[RJHR Nº1] [RJHR Nº2] [RJHR Nº3] [RJHR Nš4] [RJHR Nº5] [RJHR Nº6][RJHR Nº7][RJHR Nº8][RJHR Nº9][RJHR Nº10]


Revista Jesus Histórico e sua Recepção – Ano I [2008] - volume 1

LIM, Thimoty H. The Dead Sea Scrolls. Oxford, Oxford University Press, 2005.
FREEDMAN, David Noel & KUHLKEN, Pam Fox. What Are The Dead Scrolls And
Why Do They Matter?
Cambridge, W. E. Eerdmans, 2007. [ Leia ]

Pedro Paulo A. Funari
IFCH/Unicamp
http://lattes.cnpq.br/4675987454835364

 


Morte e vida “Severina” de Jesus: um camponês galileu na cruz da história. [ Leia ]

Gabriele Cornelli
Universidade de Brasília
http://lattes.cnpq.br/4547907128459717

Resumo
A tese que se quer defender é simples e, ao mesmo tempo, marcada por uma certa ousadia hermenêutica. No entanto, como toda ousadia e toda hermenêutica, ela precisa contar com muita benevolência dos leitores. A tese admite que ao ler a narrativa do julgamento e morte de Jesus, encontram-se evidentes sinais de que, em última instância, foi a sua magia o motivo mais importante para a sua acusação e condenação à morte.

Abstract
The purpose of this article is to demonstrate, by way of a bold hermeneutics, that the account of Jesus’s trial and death presents clear signs that it was Jesus’s magic the most important reason why he was accused and condemned to death.

 ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Os Manuscritos de Qumran e a Teologia do Cristianismo Antigo. [ Leia ]

Edgard Leite
Universidade Estadual do Rio de Janeiro
http://lattes.cnpq.br/4323981692424724

Resumo
Os manuscritos de Qumran levantam importantes questões sobre a teologia do cristianismo antigo. Mas, principalmente, inserem o desenvolvimento do pensamento cristão original no quadro mais amplo do judaísmo do período do segundo templo. Desta forma, eles dimensionam o cristianismo para a sua real inserção histórica.

Abstract
The Qumran scrolls help raise important questions about the theology of early Christianity, but, mainly, they help place the development of the original Christian thought inside the framework of Second Temple Judaism. Therefore, they lead Christianity towards its real historical context.

 ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A Nova Jerusalém: a cidade de Deus, de Cristo. [ Leia ]

Isidoro Mazzarolo
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
http://lattes.cnpq.br/6728608103744343

Resumo
Busca-se, através de uma análise comparada entre os textos de Ezequiel e Apocalipse de Paulo, demonstrar que a meta última desse tipo de material bíblico é sem sombra de dúvida que o seu interesse não é escatológico, mas histórico.

Abstract
By way of a comparative analysis between Ezequiel’s text and the Apocalypse of Paul, I intend to demonstrate that the ultimate goal of this kind of biblical material is historical and not eschatological.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O Evangelho Segundo Tomé e o Jesus Histórico: o exemplo da parábola dos vinheteiros. [ Leia ]

Pedro Lima Vasconcellos
Pontifícia Universidade de São Paulo
http://lattes.cnpq.br/7003483445498117

Resumo
O artigo procura analisar, a partir do Evangelho segundo Tomé, dois momentos principais. Após apresentar o teor deste escrito, busca-se passar à avaliação das posições que têm sido defendidas quanto ao seu lugar para a investigação dos primórdios cristãos, e do Jesus histórico em particular. A seguir, para ilustrar a postura que se julga mais adequada, tomar-se-á como exemplo as versões de uma parábola, encontrada neste evangelho e nos evangelhos canônicos, com o objetivo de verificar de que maneira, através dela, pode-se aceder a uma palavra significativa dos ensinos do mestre de Nazaré.

Abstract
The purpose of this article is to analyze different opinions in biblical scholarship on the importance of the Gospel of Thomas in elucidating Christian origins in general, and the historical Jesus in particular. In order to illustrate the scholarly opinion judged to be the most adequate, the versions of a parable found both in the Gospel of Thomas and in the canonical gospels will be taken as an example. The goal is to verify in what way the parable into focus allows the reader to reach a significant teaching by Jesus.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O Tema da Traição na Documentação Antiga e o Recém Descoberto Evangelho de Judas. [ Leia ]

André Leonardo Chevitarese
Universidade Federal do Rio de Janeiro
http://lattes.cnpq.br/8607821911525405

Resumo
Busca-se explorar um pouco mais e melhor o tema da traição de Jesus por Judas, na medida em que ele continua ainda a ser motivo (a) de perplexidade para muitos cristãos; (b) de ódio que muitos desses últimos ainda nutrem em relação aos judeus; e (c) de críticas aos cristãos por parte daqueles que não crêem em Jesus. Enfim, o que se quer aqui é discutir como o tema “traição de Jesus” foi trabalhado na documentação antiga cristã e de que forma o recém publicado evangelho parece ainda ecoar toda esta problemática.

Abstract
This article explores the theme of Judas’s betrayal of Jesus for the following reasons: (a) this theme still causes perplexity among many Christians; (b) it still contributes for the hatred many Christians have towards Jews; (c) and it is still one of the reasons why non-Jesus believers criticize Christians. Having said that, the purpose of the article is to discuss how the theme of the betrayal of Jesus appears in ancient Christian sources and how the recently discovered Gospel of Judas still seems to echo this problem.



  UFRJ   IH   PPGHCl   ARCHAI   Kliné Editora